EDITORIAL: POLÍTICA E AMEAÇA

Texto publicado no Jornal Pequeno que repudia as ameaças a blogueiros no Maranhão.

censorship-1Há pouco mais de dois anos, um colega nosso, Décio Sá, foi morto brutalmente na Avenida Litorânea, em São Luís. E não nos falem de suas posições políticas, de sua defesa exagerada do poder, que não podemos encontrar motivos para que um ser humano tire a vida de outro ser humano. Não gostar de uma pessoa é uma coisa, querer brincar de Deus e adquirir poder de vida e morte sobre seus semelhantes é outra muito diferente, e bem pior.

Lidamos agora com a notícia de que o editor do blog Marrapá, Leandro Miranda, está sendo monitorado e seguido por bandidos. Não vamos fazer conjecturas, nem nos precipitar, mas o fato é que vivemos um momento muito grave da política maranhense e brasileira. E sabe Deus do que são capazes determinados homens quando em luta pelo poder. Qualquer tipo de ameaça, a qualquer tipo de agente político, neste momento, é motivo para que as forças de segurança pública se ponham em alerta, para que tomemos todos os cuidados de evitar selvagerias e tragédias que talvez não possamos suportar.

Num mundo como esse, em que atiram em crianças, em que cortam cabeças, aqui e no Estado Islâmico, não é tão difícil que o ser humano desça à condição das feras e dos monstros, pelo fato de que alguém escreveu ou disse alguma coisa que não lhe agradou. A disputa política, às vezes, é capaz de acender nossos mais baixos instintos e o jornalismo é uma profissão perigosa. Talvez a profissão em que se perdem mais vidas a meio caminho das denúncias e da informação neste país.

É até lamentável ter que dizer isso, se não sabemos os motivos desse monitoramento e dessa perseguição. Mas Décio foi morto por gente que emprestava dinheiro aos poderosos, fosse aqui, na capital, fosse no interior do Maranhão. O fato é que o desalento da condição humana, a vontade de crescer, de ser sempre o maior, de vencer todas as disputas – porque esta é uma sociedade de disputas – tem criado monstros emocionalmente inexpugnáveis e afastado o ser humano de Deus.

Só não podemos admitir que a raiva e o ódio, a busca pelo máximo conforto e poder façam de nós sicários de Belzebu e que nem a vida humana, a conquista máxima do bem estar, tenha mais valor.

A simples ideia de que a ameaça, o terror político venha a substituir a legalidade, a emoção boa de quem aprendeu a amar o próximo e que o espírito das leis seja arrancado à convivência social apavora os homens de bem. Afinal, devemos todos lutar para viver num mundo melhor. Não esse, em que bandidos arrancam cabeças, em que alguns loucos desvairados matam em nome de Deus e no qual o exercício do poder, em vez de servir ao bem de todos, transforma-se em ameaça social.

Delegamos a outros o direito de preservar nossa vida. Que eles preservem. E fiquem atentos, porque o mal surge de muitas formas, e viver com medo não é viver. É um apelo, um forte apelo para que outra tragédia anunciada da crueldade não se abata sobre o Maranhão.

EM MONÇÃO, FINAL DO CAMPEONATO DE FUTEBOL DE VETERANOS MOVIMENTA ZONA RURAL

10629757_531279530350963_6040248889341498064_n

10550877_531279730350943_6272094656761110801_n (1)

O prefeito de Monção, Queiróz (DEM) prestigiou a final do Campeonato de Futebol de Veteranos da zona rural da cidade ocorrido no último sábado (13) no povoado de Pedras, A partida foi disputada entre  as equipes do Atlético Master e do Botafogo. O Botafogo sagrou-se campeão nos pênaltis.

A ação mostra a valorização do prefeito junto ao esporte do município, apoiando sempre torneios e campeonatos todos os meses. Ao entregar a premiação aos vencedores, Queiróz ressaltou todo o trabalho que vem realizando a frente da cidade e parabenizou o trabalho do secretário de Esportes, João Francisco que também esteve presente e se dedicou na organização do campeonato.

 

10620571_531281913684058_5048495796229163882_n

“O futebol é uma paixão nacional. E nossa cidade também ama esse esporte e nós cumprimos o nosso papel apoiando vários torneios, dando apoio a várias equipes.” disse o prefeito.

 

 

Com informações e imagens de Wellington Sousa/Departamento de Comunicação.

SARNEY SE ENGASGA DE RAIVA AO FALAR DE FLÁVIO DINO E MARINA

sarney batuque

BLOG MARRAPÁ

Há pouco um comício de Edinho Lobão (PMDB), com a presença do vice-presidente Michel Temer (PMDB), ocorrido em São Luis, mostrou um José Sarney (PMDB) como você nunca viu.

Desesperado com a possibilidade de perder o poder no Maranhão e o pouco de influência que ainda lhe resta em Brasília, o velho oligarca se desfaz da máscara de democrata e mostra a sua verdadeira face de coronel.

Sarney vocifera contra Flávio Dino (PCdoB), Roberto Rocha (PSB) e toda a oposição maranhense, a ponto de dizer que todos os adversários de hoje um dia lhe beijaram os pés.

Ao falar de Marina Silva (PSB), que ameaça a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT), Sarney chega a ser cruel: “Eu conheço a outra. Passou comigo 16 anos no Senado. Com essa cara de santinha, mas ninguém é mais radical, mais raivosa, mais com vontade de ódio do que ela. Quando ela fala de diálogo, o que ela chama diálogo é converter você. Ela pensa que o mundo é dividido em duas partes: uma condenada à salvação e outra a perdição.

Possuído pela raiva, ao observar, envergonhado, o fracasso do comício do aliado, o senador do Amapá chega a se engasgar por diversas vezes. Impossibilitado de falar, ele é acudido e repreendido por causa dos excessos pela filha Roseana Sarney (PMDB).

PESQUISA EXATA/GUARÁ/FIEMA: FLÁVIO DINO TEM O DOBRO DAS INTENÇÕES DE VOTO DO 2º COLOCADO

Candidato aparece com 56% contra 28% do candidato dos Sarney, e mantém consolidação há 20 dias da eleição. Considerando os votos válidos, Flávio chega à 63%.

MG_0046-1024x682

 

A três finais de semana da eleição, nova pesquisa de intenção de voto apresenta vitória no primeiro turno de Flávio Dino, candidato da Coligação Todos pelo Maranhão. A pesquisa Exata/TV Guará/Fiema divulgada neste domingo (14) aponta Flávio Dino com o dobro das intenções de voto de Edinho Lobão: 56% a 28%.

Os candidatos Saulo Arcâagelli, Zéluis Lago, Antônio Pedrosa e Josivaldo Corrêa tiveram 1% cada um. Brancos e nulos foram 6%. E 6% dizem não saber ainda em quem votar.

Considerando apenas os votos válidos, o candidato Flávio Dino tem 63% das intenções de voto contra 31% de Edinho, candidato do grupo Sarney. Os outros candidatos somam 6%.

O questionário da pesquisa Exata/TV Guará/Fiema está registrado no Tribunal Regional Eleitoral sob protocolo MA-00045/2014 e ouviu 1.400 mil pessoas em 45 municípios maranhenses entre os dias 9 e 13 de setembro. A margem de erro das sondagens é de 3,2 pontos percentuais, para mais ou menos, com nível de confiança de 95%.

Ampla vantagem

Em todas as pesquisas realizadas até o momento, Flávio Dino aparece na frente, mesmo na pesquisa Ibope, contratada pelo grupo Sarney. Flávio Dino vem se destacando nacionalmente no cenário político por conta da luta contra a oligarquia, e veículos nacionais já destacam a queda da família Sarney.

Se a eleição fosse hoje, Flávio seria eleito no primeiro turno – um cenário que vem sendo confirmado por todas as pesquisas registradas e divulgadas até agora.

Edinho Lobão não tem conseguido mudar seu índice de rejeição (39%), mesmo após a campanha na televisão. Suas propostas não têm sido bem aceitas pela população e o recente escândalo da Petrobras envolvendo seu pai, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, piorou ainda mais o cenário para o candidato.

Espontânea

A Pesquisa Exata/TV Guará – Fiema traz consultas distintas para governador do Estado: pesquisa estimulada, espontânea, um cenário de segundo turno e rejeição.

Na pesquisa estimulada, o candidato Flávio Dino se mantém a frente com 56% das intenções de voto. O candidato do PCdoB alcançou esse mesmo percentual nas últimas duas semanas. Lobão Filho, que havia marcado 27%, agora tem 28%. Na última semana de agosto, o candidato do PMDB tinha 25%. Utilizando a margem de erro da pesquisa, Flávio Dino pode chegar a 59,2%; e ter no mínimo, 52,8%. Lobão Filho teria no máximo 31,2%; e no mínimo, 24,8%.

Com a proximidade do dia das eleições, o número de eleitores indecisos, que está entre os que não sabem em quem votar ou não responderam a consulta, tende a cair. Na semana passada, eles eram 6%; no final de agosto 7%. Agora são apenas 4%. A redução dos indecisos e quase nenhuma alteração no desempenho dos candidatos na série de pesquisas indica uma consolidação da preferência do eleitorado para governador do Estado.

A série de pesquisas espontâneas também registra essa tendência. Flávio Dino marcou 42%, contra 19% de Lobão Filho; praticamente o mesmo desempenho registrados pelos candidatos na primeira semana de setembro, quando Dino marcou 41% e Lobão, os mesmos 19%. Na última semana de agosto, o candidato do PCdoB tinha 34%; e o candidato do PMDB, 13%.

Rejeição

Na consulta sobre a rejeição dos candidatos, Lobão Filho, candidato do grupo Sarney, permanece como o candidato mais rejeitado. Marcou os mesmos 39% que tinha na primeira semana de setembro. Zé Luís Lago (PPL) permanece como o segundo mais rejeitado. E a rejeição dele subiu de 21% para 27%. Flávio Dino tem 18% de rejeição. Na primeira semana de setembro, o candidato do PCdoB tinha 17%.

 

ESPAÇO DO COSME: VAMOS QUEBRAR AS CORRENTES COM CONSCIÊNCIA POLÍTICA!

10660324_817109348319942_7255440466223314328_n

POR COSME SAT

Quero fazer uma reflexão sobre o momento importante que é o processo eleitoral que estamos vivendo. É do conhecimento de todos que aqui no Maranhão vivemos em regime politico dominante que a 49 anos tem a hegemonia dos mandatos eletivos especialmente no comando do governo do Estado. Nestes quase 50 anos apenas dois (2) governadores não estiveram sob batuta dos Sarneys, José Reinaldo (que rompeu) e Jackson Lago(governou por dois anos) eleito com a ajuda de José Reinaldo.
Não só o Maranhão, mas todo o país está torcendo e colaborando para a vitória de Flávio Dino, que representa o sonho de todo o Estado de acabar com o vergonhoso rótulo de um Estado de pessoas que são governadas pela única oligarquia ainda existente no Brasil, inclusive todos os candidatos a presidente da república, como Marina, Aécio e Dilma.
A mobilização pela mudança deve começar pela consciência politica de cada um, e eu me refiro de forma espacial aos jovens que se dizem conscientes politicamente, que quando se entenderam por ser pensante já foi sob o domínio dos Sarneys. Vejo com preocupação alguns que por conta de interesses financeiros estão ajudando a manter a oligarquia nesta campanha eleitoral, “que quando sabem que o candidato tem dinheiro fecham apoio”, ou é um Sarney “esse ganha porque tem dinheiro” e assim colaboram para a manutenção da oligarquia perversa. Assim mesmo aconteceu na eleição passada, onde foram eleitos com dinheiro alto, vereadores despreparados, calangos que apenas defendem o pior prefeito da história do Pindaré. E o que é pior e um risco à democracia, acostumaram o povo a vender seu voto, só votam se pagarem, uma vergonha! Por isso se confiam em se reeleger. Vamos alerta o povo…
Nosso município nunca esteve tão visitado por políticos que nunca antes pisaram neste chão. A maioria fichas sujas que estão com problemas na justiça e são aclamados por algumas pessoas como celebridade.
Quando todo o Brasil se une para acabar com a vergonha da monarquia maranhense, que passa o poder de pai para filho, políticos daqui que dizem querer “o bem do povo” trazem debaixo do braço o neto de Sarney, Adriano Sarney, que nada mais é do que uma semente do mal dos sarneys, para dar continuidade ao ciclo vicioso que dar de presente os mandatos para membros da família, como fizeram tomando o mandato legítimo de Jackson e deram de presente de natal para Roseana, lá se reza assim, em nome do pai, do filho, da filha do genro, do neto, assim seja. Outro germe perigoso é o tal filho do Carcará João Alberto como eles mesmos tacham de “tal pai, tal filho” pela fama do pai, coisa boa não é!
Vemos o badalado Josimar, que dizem ter muito dinheiro e detentor da grande influencia nas prefeituras de sua região, e mais uma vez jovens militantes ajudando a ter um mandato o aliado dos sarneys endinheirado e ainda dizem que serão 3ª via, ora, com interesse econômico é pouco coerente. Dando vida-fôlego(não se sabe até quando) a quem sempre foi da elite ligada ao comércio e agora posa “bonzinhos” e popular, abortando seus próprios projetos políticos já outros não tinham talento pra política, agora são lideranças, pasmem!

Mas a maior critica fica por conta do voto no candidato da oligarquia Sarney, Lobão Filho que nesta reta final, está e, vai usar de todos os artifícios para confundir o eleitorado, até com a que velha conhecida tática da falsa pesquisa, Flávio, todos sabem que está com 30 pontos à frente do Lobo e ganha no primeiro turno, mas eles inventaram uma pesquisa Ibope/Mirante que mesmo Flávio ganhando a diferença é menor, e ainda vem mais, estrutura pesada, dinheiro através de empresas dos amigos como da Atlântica, chantagem a prefeitos e ex-prefeitos, deputados, vereadores etc.

Somente a consciência política do povo é capaz de barrar tal desrespeito à democracia, a livre escolha. Não vamos perder esse momento histórico para nossa geração, de vencer com a consciência o clã que envergonha, seja no meio político, no jornalismo, nos programas de humor, novelas, enfim e até em noticiários internacionais que nos avaliam como pior IDH do país. É hora de dissipar esse grupo que ainda predomina sobre a vontade e soberania do povo do Maranhão, com uma vitória legitima do candidato que carrega nossa esperança do um Estado para todas as famílias. E a juventude pode ser protagonista deste processo.
E vamos quebrar as correntes. Vamos vencer. E viva o povo do Maranhão!