MONÇÃO: APOIO AOS MOTOTAXISTAS

10670119_557601857718730_5187482273324313421_n

A Prefeitura de Monção, decidiu deixar para trás os antigos abrigos de embarque e desembarque para mototaxistas localizados no entorno da praça presidente Kennedy. Feitos de lona, a estrutura já apresentava deterioração.

Agora, o apoio do prefeito Queiróz (DEM) proporcionou a construção de uma estrutura metálica com dimensões consideráveis, garantindo assim o conforto de passageiros e dos próprios mototaxistas.

ACHOU MUITO 45 MILHÕES? E SE EU TE DISSER QUE É MAIS DE 100?

Walber1

Em 2013, R$ 55.956.772,13 (Cinquenta e cinco milhões, novecentos e cinquenta e seis mil, setecentos e setenta e dois reais e treze centavos) chegaram aos cofres do governo comandando por Walber Furtado (PR), em Pindaré.

Somado aos R$ 45.829.920,58 (Quarenta e cinco milhões, oitocentos e vinte e nove mil, novecentos e vinte reais e cinquenta oito centavos) que já chegaram este ano, chegamos a um valor bastante considerável:

R$ 101.786.692,71 (Cento e um milhões, setecentos e oitenta e seis mil. seiscentos e noventa e dois reais e setenta e um centavos).

E olha que 2014 ainda nem acabou. Portanto, teremos um valor ainda maior.

FLÁVIO DINO FARÁ MODIFICAÇÕES NA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS

Flávio Dino.

A Secretaria de Direitos Humanos passará por um redesenho durante o Governo Flávio Dino. Para conduzir as políticas sociais para melhoria do Índice de Desenvolvimento Humano e de participação popular nas ações do Poder Executivo, a equipe de Flávio Dino programa uma modificação nesta pasta, que será denominada de Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular.

Com foco prioritário na redução das desigualdades e promoção de Direitos Humanos, a pasta será reformulada para atender o novo modelo de desenvolvimento defendido por Flávio Dino durante as eleições. Ao firmar o “Pacto pelo IDH” com movimentos sociais, Flávio se comprometeu a implantar ações ousadas de enfrentamento às desigualdades e políticas transversais para municípios com maiores dificuldades em setores de Educação, Saúde e Renda (integrantes do IDH).

A pasta de Direitos Humanos será responsável por promover as políticas transversais que enfrentarão o problema do IDH do Maranhão. Hoje, o estado possui o segundo pior desempenho em qualidade de vida, segundo dados do Atlas do Desenvolvimento divulgado pelo PNUD em 2013. No quesito “renda per capita”, o Maranhão fica na última colocação.

A Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular vai articular as políticas sociais que serão aplicadas por todas as secretarias, divididas por grupos de foco. As ações transversais vão ter atenção prioritária (mas não exclusiva) nas 20 cidades com menor IDH do Maranhão. O diagnóstico para atuação vem sendo feito pela equipe do governador eleito, tendo como referência o “Pacto por um IDH Justo” firmado junto aos movimentos sociais.

Conselhos, orçamento e participação
Outra nova função da Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular será a implantação do Orçamento Participativo no governo de Flávio Dino. Através de consulta popular e ativação dos conselhos estaduais que representam os diversos segmentos da sociedade, a sociedade maranhense será ouvida para a elaboração do Orçamento do Governo do Estado anualmente.

O Orçamento Participativo será conduzido pela pasta através de audiências públicas com os conselhos estaduais e com intensa utilização das ferramentas da internet. A sociedade civil ajudará o Poder Executivo a construir as prioridades anuais do Governo, tendo como base o Programa de Governo apresentado à população nas eleições de 2014. Após colher a opinião da sociedade, o orçamento será levado à Assembleia Legislativa para deliberação.

Esta e outras iniciativas promoverão a valorização efetiva dos Conselhos da sociedade civil e movimentos populares como participantes na articulação de programas e ações do próximo governo.

Desde seu primeiro pronunciamento como governador eleito, Flávio Dino fez questão de destacar que as políticas sociais e a melhoria da qualidade de vida serão prioridades em seu governo. Com a definição das novas funções para a pasta de Direitos Humanos e Participação Popular, o próximo governador acena para a priorização da participação popular e combate às desigualdades.

BYE BYE LOBÃO

lobao-300

Reeleita domingo, a presidente Dilma Rousseff começará nas próximas semanas a ajustar seu novo ministério. Já são dados como nomes certos para trabalhar com a presidente a partir de 2 de janeiro os governadores da Bahia, Jaques Wagner (PT), e do Ceará, Cid Gomes (PROS); e o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD).

De saída, estão os ministros Edison Lobão (Minas e Energia), Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral), Marta Suplicy (Cultura).

Continue lendo no O Globo…

PINDARÉ = 45 MILHÕES

prefeitura-de-Pindaré-640x480

          Antiga fachada da prefeitura

Este ano já chegaram aos cofres da Prefeitura de Pindaré o valor exato de R$ 45.829.920,58 (Quarenta e cinco milhões, oitocentos e vinte e nove mil, novecentos e vinte reais e cinquenta oito centavos) entre repasses do FPM, FUNDEB e Saúde.

O valor é 7,5% maior que o recebido no mesmo período do ano passado.

REUNIÃO DE TRANSIÇÃO

flavio-dino-5

O governador eleito Flávio Dino e o vice eleito Carlos Brandão reuniram-se nesta terça-feira (28) com secretários e presidentes de órgãos que integrarão a equipe já escolhida para a administração estadual a partir de 1° de janeiro. Na pauta do encontro, o planejamento de ações para os primeiros dias da nova gestão.

A equipe de transição de Flávio Dino ainda aguarda as respostas às solicitações feitas ao governo Roseana Sarney, em reunião no dia 14 de outubro. Por enquanto, os membros do próximo governo utilizam dados disponíveis em diários oficiais e documentos publicados para organizar ações e fazer com que os serviços públicos cheguem a toda população logo nos primeiros dias. No entanto, Dino reforçou publicamente o pedido ao atual governo para fornecimento de dados oficiais e colaboração na transição.

Durante a reunião, Flávio Dino e a equipe que o ajudará a administrar o estado alinharam os principais compromissos de Governo assumidos em campanha. Ele destacou a importância do empenho de todos para desenvolver o estado e promover igualdade social. A base foi o Programa de Governo apresentado à população e que está disponível na internet para consulta.

NETO EVANGELISTA SERÁ SECRETÁRIO

neto-evagelista

Na manhã de hoje (28) o governador eleito Flávio Dino (PC DO B) anunciou mais um nome para sua equipe de governo: trata-se do deputado estadual reeleito este ano, Neto Evangelista (PSDB). Ele comandará a pasta de Desenvolvimento Social.

Para sua vaga na assembleia, assumirá Rafael Leitoa (PSB), irmão do prefeito de Timon, Luciano Leitoa (PSB).

2016 JÁ COMEÇOU

candidatos

Façam suas apostas:em Pindaré, além de Alexandre Colares, quantos e quais serão os candidatos a prefeito em 2016?