Editorial: Os efeitos e consequências de uma união…

IMG_20150830_215250

Foto: Reprodução/Facebook

Fato político mais relevante em Pindaré nas últimas semanas, a união entre o médico Alexandre Colares (PSDB) e membros da Família Silva, sacramentada nos últimos dias movimentou os bastidores políticos e a sociedade pindareense.

O acordo ainda não divulgado oficialmente (sabe-se lá porquê), mas que é abertamente confirmado por aliados de ambos os lados, envolve a vaga de vice na chapa de Colares, para o médico Élcio Silva (PMDB) um dos principais articulares do enlace político.

A união, até pouco tempo improvável, surge diante de um cenário de consolidação do ex-prefeito Henrique Salgado (PC do B), que desde quando anunciou sua intenção em disputar a prefeitura pela 3ª vez, em janeiro deste ano, viu o seu nome crescer e tirar um favoritismo quase irreversível de Alexandre que encontrava-se em uma dianteira folgada e hoje, está empatado em pesquisas internas com HS.

Walber-e-Elcio2

Foto: Willian Júnior/Portal Pindaré

Se partirmos do pressuposto que uma união sempre vem a somar, poderíamos considerar o que ocorreu em Pindaré como uma jogada acertada. Mas, a sombra do prefeito Walber Furtado (PR) pode atrapalhar.

Embora aliados do “alexandrismo” jurem de pés juntos que o atual chefe do executivo pindareense não participa desta composição, fica difícil não relacionar que alguém que seja governista, como Élcio é, não leve o apoio do própria máquina administrativa para esta união política, já que Walber não disputará a reeleição.

É claro que “esconder” o prefeito nessa situação (como parece ser a tática), vem a calhar, afinal o fato de não disputar a renovação do mandato, se deve aos altos índices de rejeição do governo (na casa dos 80%) e claro, ao  efeito negativo da união, pois o discurso da “renovação” antes forte, tornou-se frágil da noite para o dia.

 

Em tempo: Diante da repercussão negativa, há quem diga que a união não dura por muito tempo. Constrangidos, “alexandristas” começaram a dar para trás, diante da péssima repercussão. Observemos de camarote, o desenrolar dos fatos.

Agosto agitado: Jesiel Araújo segue se fortalecendo em Monção

11899779_156619971339318_5895551973027219631_n

Nas últimas semanas o pré-candidato a prefeito de Monção, Jesiel Araújo (PC do B), vem intensificando os trabalhos de sua pré campanha, conquistando adesões, visitando comunidades da cidade, fortalecendo ainda mais seu nome para a disputa do ano que vem.

11817200_149131735421475_8869486245258122327_n

No começo do mês ele participou de um encontro em São Luis, com o Secretário de Articulação Política do Maranhão, Márcio Jerry, ao lado de outras lideranças políticas da região para o planejamento do ato de filiação regional do PC do B, que será realizado no próximo dia 5 (sábado), em Pindaré.

11037185_159113157756666_6599362168115063919_n

Ainda neste mês, a convite do governador Flávio Dino (PC do B), Jesiel participou em Matinha, do início dos serviços da construção da Estrada do Arroz, importante rodovia de escoamento da produção de peixe na região. Na oportunidade, o pré candidato conversou com Flávio e com grandes nomes do governo, como o Secretário da Casa Civil, Marcelo Tavares (PSB).

11933423_157280724606576_6175733793123134755_n

Jesiel recebeu ainda em agosto, a adesão do vereador Marcos Aurélio (PSD), que se juntou ao grande projeto de crescimento e desenvolvimento de Monção. Além dele, todos os dias, importantes lideranças de povoados e da sede, também aderem a este projeto.

11887903_159934634341185_4712646202191325382_n

Constantemente, o pré-candidato realizada ainda diversas visitas em comunidades da cidade, ouvindo moradores e apresentando propostas.

“Passo a passo estamos cada vez mais nos fortalecendo para a grande vitória em 2016.”, declarou Jesiel ao blog do JP.

“O fortalecimento do PDT é o fortalecimento do nosso campo político”, diz Flávio Dino

28_08_2015_Convenção Estadual do PDT Maranhão_Fotos_Karlos Geromy (152)

Um dos maiores aliados do Governo e do PCdoB no Maranhão, o Partido Democrático Trabalhista (PDT) realizou convenção, nesta sexta-feira (28), para filiação de vereadores e 23 prefeitos maranhenses, entre eles os gestores de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, e de São José de Ribamar, Gil Cutrim.

Presente no evento, o governador Flávio Dino ressaltou que o fortalecimento do PDT significa muito para o Brasil, Maranhão e para o atual Governo. Em seu discurso, Flávio Dino enfatizou que a união do PCdoB com o PDT foi preponderante para a vitória nas últimas eleições no Maranhão e agradeceu a contribuição que a legenda vem dando ao Governo. “Uma coisa é vencer a eleição, outra coisa é governar bem. A população reconhece o trabalho sério, honesto, coerente e corajoso que nós fazemos à frente do Governo do Maranhão, e isso é possível também em razão da presença do PDT no nosso Governo”, frisou Dino.

O governador reconheceu o trabalho desenvolvido pelos secretários de Estado do Trabalho, Julião Amim, de Agricultura, Marcio Honaiser, de Educação, Áurea Prazeres, e pela subsecretária de Saúde, Rosângela Curado, no Governo do Estado, todos das fileiras do PDT.  “Me perguntaram aqui se eu estaria chateado ou preocupado ou com ciúme do fortalecimento do PDT. E eu respondi que fortalecer o PDT é fortalecer o Brasil, o Maranhão e o nosso campo político”, destacou o governador.

Flávio Dino lembrou ainda que não seria o militante político que é hoje sem o respeito que tem de grandes dirigentes do PDT, como Neiva Moreira, Jackson Lago, Darcy Ribeiro e Leonel Brizola. Ele retribuiu a parceria da legenda homenageando a direção e a militância do partido em todo o Maranhão nas pessoas do presidente estadual da sigla, deputado federal Weverton Rocha, do presidente nacional, Carlos Lupi, e do ministro do Trabalho, Manoel Dias.

No cenário nacional, Flávio Dino destacou a luta do PCdoB e do PDT na defesa da constituição, da democracia e para que a presidenta Dilma possa continuar a governar na luta por mais justiça e políticas sociais em favor do povo brasileiro. “Vivemos um momento difícil, vivemos em um momento em que a nossa nação é desafiada a dar novas respostas àquilo que nosso povo mais pobre precisa. Mas nós só conseguiremos encontrar esse caminho, se nos mantivermos unidos”, disse Dino.

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, foi um dos prefeitos que se filiou ao PDT. Egresso do PTC, onde acumulou dois mandatos de vereador, um de deputado federal e foi eleito prefeito da capital, o novo pedetista agradeceu o partido saudando o ex-governador Jackson Lago. “Não há como falar do PDT sem lembrar um grande homem, um grande líder que fez história nessa cidade, neste Maranhão, no país, fazendo parte da executiva nacional do PDT, o doutor Jackson Lago”, aclamou.

O prefeito de São Luís agradeceu também ao governador Flávio Dino pela parceria entre a Prefeitura e o Governo que vem alavancando o desenvolvimento da capital, com a pavimentação de ruas, avanços na educação e a construção do Hospital da Criança. “São Luís vive um novo momento. Lado a lado Prefeitura e Governo do Estado caminhando juntos e enfrentando os problemas”, relevou Edivaldo.

O prefeito de São José de Ribamar também ingressa no PDT. Gil Cutrim deixa o PMDB rumo ao novo partido destacando o diálogo e o discurso de melhoria da qualidade de vida do povo maranhense. “Eu não tenho dúvida que com este sentimento instalado aqui, somados com a energia da nossa vontade política e do governador Flávio Dino, o Maranhão sairá do cenário negativo e vai despontar como um dos melhores estados do nosso país”, finalizou Cutrim.

Bateu, levou! André Fufuca ataca governo Flávio Dino e recebe resposta do próprio governador

Capturar22DO BLOG DO JOHN CUTRIM

Não durou 24 horas a mais recente invenção de Ricardo Murad, que usou o deputado federal Fufuquinha (PEN), sobre a paralisação de obras com recursos do BNDES pelo governo do Estado.

Tudo foi ardilosamente engedrado por Ricardo Murad. Os deputados Fufuquinha e Edilázio Junior foram escalados para levantar o assunto na Câmara dos Deputados e na Assembleia Legislativa, respectivamente.

Ao jornal da oligarquia Sarney coube repercutir a tal estória das 500 obras paradas. Tudo muito bem planejado. Contudo, esqueceram um detalhe muito importante: não há obras paralisadas pelo governo. Exceto aquelas eivadas de irregularidades deixadas pelo governo de Roseana Sarney.

E não é difícil identificar onde estão as maiores irregularidades. Se você pensou na Saúde, bingo! Acertou.

O governador Flávio Dino classificou de disparate tamanha mentira. “Só estão paradas algumas obras em que há irregularidades graves; (onde a) construtora abandonou ou faliu (e onde) não havia projetos ou licenças”, afirmou, por meio do perfil no Twitter.

De tão recorrentes, as mentiras de Murad espalhadas pela mídia sarneysista já nem tem mais pernas.

Sucesso total: CEJSC realiza Aula Romântica

No último sábado (22) as turmas do 2º ano vespertino do Centro de Ensino José Sarney Costa (CEJSC) em Pindaré, deram um verdadeiro show na exibição da Aula Romântica, promovida pela disciplina Arte da professora Juraneide Gomes.

Foram diversas apresentações musicais, teatrais, declamações de poemas e muito conteúdo didático abordando as diversas facetas do Romantismo.

Confira abaixo as imagens:

DSCF8001 DSCF8015 DSCF8043

DSCF8062

PC do B divulga convite para ato de filiação do dia 05

image

Cresce a expectativa para o grande ato de filiação do pré-candidato a prefeito de Pindaré, Henrique Salgado e lideranças de 11 cidades da região a sigla do governador Flávio Dino, o PC do B.

O evento que ocorrerá na Associação Atlética Tiradentes, as 8 da manhã, no próximo dia 05 de setembro (sábado), contará com as presenças de vários nomes do partido no estado e de outras siglas, além do Presidente do PC do B no Maranhão e Secretário de Estado da Articulação Política, Marcio Jerry e do Secretário Chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares.

PDT sob novo comando em Pindaré

image

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) de Pindaré, escolheu em convenção realizada ontem (22) seu novo diretório municipal para os próximos anos.

A nova presidente municipal da sigla será a ex-primeira dama, Aparecida Salgado.

Aparecida  comentou: “Muito feliz por esse novo desafio. Estar a frente do PDT é estar a frente de um dos maiores e históricos partidos existentes no país.”

Ato de filiação regional do PC DO B já tem local definido

image

O evento de filiação do ex-prefeito de Pindaré, Henrique Salgado e demais lideranças regionais no PC DO B no próximo dia 05 de setembro (sábado), já conta com local e hora definidos: será na Associação Atlética Tiradentes, às 8 da manhã.

O ato contará com as presenças já confirmadas de grandes nomes do governo Flávio Dino, como o secretário de Articulação Política e Presidente do PC do B no Maranhão, Márcio Jerry, e do Secretário Chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares (PSB).

Entre as lideranças regionais estarão no ato do partido, além de Henrique: Almeida (Igarapé do Meio) Dr. Simone (Santa Luzia), Meinha e Júnior do Negão (Alto Alegre do Pindaré), Jesiel Araújo (Monção), Bidu (São João do Caru), Carlos do Biné (Pio XII), Roberto do Posto (Newton Belo), entre outros.

Prefeita Lidiane Leite divulga carta aberta à população de Bom Jardim

Após reportagem veiculada hoje (18) pelo telejornal Bom Dia Brasil da Rede Globo, a prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite (PP) divulgou uma nota a população da cidade, esclarecendo os fatos apresentados na reportagem.

Confira:

lidiane-rocha“Carta Aberta da Prefeita Lidiane Leite aos Cidadãos de Bom Jardim

Eu, Lidiane Leite, prefeita de Bom Jardim, venho por meio desta carta, esclarecer, quaisquer dúvidas que tenham sido geradas a partir da reportagem jornalística, exibida nesta terça-feira, 18 de agosto, no telejornal da Rede Globo, Bom Dia Brasil. A matéria fez um retrato meu, no mínimo questionável e que me surpreende negativamente, por apresentar uma denúncia vazia e sem provas.

Antes da reportagem, propriamente dita, a apresentadora do telejornal levanta a hipótese de desvio de dinheiro público, o que em nenhum momento é provado durante a reportagem. A apresentadora fala também em termos gerais, que todas as escolas do município estão com problemas, o que também não é verdade.

Na matéria, o repórter diz que não houve reforma em nenhuma das 28 escolas previstas para receber obras, mas ele só mostra duas unidades de ensino, ao longo da reportagem. E não há prova alguma de que a construção demolida, mostrada pelo repórter, se trata de uma escola.

Sobre as empresas que seriam as vencedoras das licitações para a reforma das unidades, ele comete mais erros, não apresenta documentos que comprovem o endereço das empresas, e nos locais, onde ele bate a porta, não há indicação de endereço para que este seja atestado, ou seja, faz um discurso vazio e sem provas, ele pode ter batido em qualquer porta.

Para denunciar a falta de merenda escolar, mais falhas, ele entrevista apenas uma criança, fora de contexto e que não parece estar em sala de aula, pois sequer está vestindo uniforme. Sobre o fornecimento da merenda, novamente, o repórter não apresenta uma prova ou documento que traga o nome da senhora citada na reportagem, como fornecedora.

Ao falar da minha vida pregressa, mais erros. O repórter apresenta em uma imagem bem rápida, um local e depois disso, uma senhora sem identificação, que diz apenas a frase solta: “ela vendia leite”. Outra vez, nada foi provado, a senhora pode estar falando de outra pessoa, ela não cita meu nome.

Na sequência, ele faz exposição de fotos pessoais minhas, sugere badalação, e lança outra denúncia vazia, pois, fotos de uma pessoa se divertindo, não é crime e nem é prova de má gestão do dinheiro público. Em nenhum momento, ele pôde afirmar, em toda a reportagem, que uso recurso do município para diversão pessoal.

Fica claro, que o repórter não conhece a minha origem e não investigou. O povo, pelo contrário sabe que sou filha de Bom Jardim, que não teria necessidade de tirar dinheiro do povo, pois sabem que fui casada com empresário e fazendeiro próspero da região. Outra situação que fica clara na reportagem é o preconceito, como se uma pessoa que vendesse leite, não fosse capaz de viver desse negócio e prosperar.

Em um único momento da reportagem, onde sou chamada a me defender, mantenho o discurso coerente, de apoio às investigações e que se forem descobertas ilegalidades, que sejam punidos, os culpados. Ronildo Rabelo, delegado da Polícia Federal, entrevistado na reportagem, sequer cita meu nome como investigada.

Sobre a educação do município, Bom Jardim possui 05 (cinco) obras em execução na zona rural. Há construção de novas escolas nos povoados de Santa Luz, Tirirical, Vila Bom Jesus, Vila Aeroporto e Aldeia Tabocal. As escolas tem entre 4 e 6 salas de aula, no padrão MEC, e que atenderá em torno 1.680 alunos.

As obras fazem parte do PAR – Plano Ações Articuladas do Governo Federal, que visa atender os municípios na área de infraestrutura, mobiliários, transporte escolar e formações continuadas. As escolas que estão sendo construídas deverão ser entregue para as comunidades até o inicio do ano de 2016.

Além das escolas, o município foi contemplado com as construções de 02 (duas) creches na zona urbana, cuja situação está em processo de licitação.

Atualmente, o sistema educacional do município é composto por 108 escolas em atividade, atendendo a crianças da creche, educação infantil e alunos do ensino fundamental menor e maior, assim como alunos da EJAI – Educação de Jovens, Adultos e Idosos. Na zona urbana do município, existem 9 escolas atendendo todas as etapas da educação básica. No total, o município possui 11.372 alunos matriculados.

Este ano, 15 escolas começaram a ser reformadas, algumas já estão com a obra em fase final. E até o fim do ano, mais reformas estão previstas, dez escolas da zona rural e da sede vão receber melhorias. O início das novas reformas está previsto agora para o segundo semestre de 2015.

Bom Jardim, 18 de agosto de 2015.

________________________
Lidiane Leite
Prefeita de Bom Jardim”

Em péssimo estado, celas das delegacias de Monção e Igarapé do Meio são interditadas

Uma decisão liminar assinada pelo juiz Marcello Frazão Pereira, titular de Monção, determina a interdição das celas das delegacias de Monção e de Igarapé do Meio e obriga o Estado à construção de uma cadeia pública para a comarca. A decisão judicial ressalta que as delegacias de polícia dos dois municípios não atendem às condições mínimas segundo a Lei de Execuções Penais, LEP.
Sobre a delegacia em Igarapé do Meio, o relatório analisado pelo juiz observa que a higienização é precária, a instalação elétrica é irregular, possui área inadequada para banho de sol, bem como celas com paredes mofadas e úmidas, circulação de ar insatisfatória, entre outras irregularidades. “Sobre a delegacia de polícia em Monção, nem existe cela para acomodação dos presos em flagrante, os quais ficam em situação improvisada aguardando transferência para outros locais”, narra a decisão.
De acordo com o documento, tanto a carceragem da delegacia em Monção quanto a de Igarapé do Meio não possuem condições mínimas de dignidade à população carcerária, nem apresentam condições de segurança aos custodiados e à sociedade em geral. O autor da ação (Ministério Público) salienta sobre a necessidade de o Estado do Maranhão construir uma cadeia pública no Município de Monção, bem como reformar as celas existentes na delegacia de Igarapé do Meio. Sugere, ainda, a construção de uma cela na delegacia de Monção no sentido de abrigar os presos em flagrante.
 
O magistrado cita, na decisão, que “o Estado do Maranhão, ao negligenciar com a estruturação e manutenção da atividade policial, viola diretamente o dever preconizado pelo Constituinte de 1988, em seu artigo 144 da constituição, o qual dispõe ser a segurança pública direito de todos e dever do Estado”. Diz ainda o juiz que a delegacia de polícia não deverá ser confundida com cadeia pública.
A liminar ressalta que a permanência dos presos nas delegacias em Monção e Igarapé do Meio é absolutamente ilegal, por afrontar a LEP, nos artigos que falam “a cadeia pública destina-se ao recolhimento de presos provisórios. Cada comarca terá, pelo menos, uma cadeia pública para resguardar o interesse da administração da justiça criminal e a permanência do preso em local próximo ao seu meio social e familiar”.
“Além da ilegalidade apontada, a ausência de estrutura física e funcional da Delegacia de Polícia Civil da Comarca de Monção e de Igarapé do Meio desrespeita ainda todo o sistema de garantias referentes à execução penal, tanto em sede constitucional quanto infraconstitucional”, diz Marcello Frazão na liminar.
Por fim, o a decisão judicial decreta a interdição das carceragens das delegacias de polícia dos municípios de Monção e de Igarapé do Meio. Determina, ainda, que a Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária proceda, com prazo de quinze dias após a intimação da decisão, à remoção dos presos provisórios e definitivos recolhidos nas duas delegacias, encaminhando-os para estabelecimentos prisionais adequados, de acordo com condição da prisão (provisória ou definitiva), sob pena de multa diária de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) em caso de descumprimento.
A Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (SEJAP) fica, por sua vez, obrigada a construir pelo menos uma cadeia pública na comarca, devendo começar as obras no prazo máximo de noventa dias sob pena de multa diária de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) em caso de descumprimento.
Por fim, a SEJAP fica obrigada também a reformar as celas existentes na delegacia de Igarapé do Meio e a construir uma cela na delegacia de Monção, no sentido de abrigar os presos em flagrante, no prazo máximo de 90 dias. Em caso de descumprimento, a multa diária E de R$ 5.000,00 (cinco mil reais). As multas serão revertidas em favor do Fundo Penitenciário Estadual.